FENEI - Federação Nacional de Educação e Investigação IE - Internacional Educação ETUCE - European Trade Union Committee For Education UGT - União Geral dos TrabalhadoresUGC - União Geral de ConsumidoresFESAP - Federação de Sindicados da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos

Sindicato Nacional e Democrático dos Professores

ULTRAPASSAGENS NA CARREIRA RESULTANTES DA APLICAÇÃO DA PORTARIA Nº 119/2018, DE 4 DE MAIO

Na sequência da decisão unilateral do Governo em regulamentar o regime do reposicionamento sem acautelar a situação dos docentes que ingressaram na carreira antes de janeiro de 2011, e que agora poderão ser ultrapassados por colegas a reposicionar pela aplicação da Portaria nº 119/2018, de 4 de maio, está o SINDEP – Sindicato Nacional e Democrático dos Professores a reunir os elementos necessários à instauração das ações judiciais necessárias para a reposição da justiça.

Caso se enquadre ou se venha a enquadrar nesta situação, e pretenda o recurso a esta via, solicitamos que nos envie para o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. os seguintes dados:

NOME
Nº DE SÓCIO
AGRUPAMENTO / ESCOLA NÃO AGRUPADA
CONCELHO (do Agrupamento ou Escola onde trabalha)
DATA DE INGRESSO NA CARREIRA (data de entrada no quadro)
ESCALÃO atual e respetiva data de acesso
TEVE BONIFICAÇÃO? QUANTO TEMPO?
DATA PREVISTA PARA A MUDANÇA DE ESCALÃO
TEMPO DE SERVIÇO total para progressão (sem o tempo congelado)
TELEMÓVEL
E-MAIL

Imprimir Email

REUNIÃO ENTRE O GRUPO PARLAMENTAR DO PS E SINDICATOS DA EDUCAÇÃO

O Sindep, em conjunto com outros sindicatos da educação, reuniu hoje pelas 17h com o grupo parlamentar do PS, na Assembleia da República.

Os representantes do grupo parlamentar do Partido Socialista, Rocha Andrade e João Correia, começaram por referir que a reunião era oportuna uma vez que estamos na última semana para apresentação de propostas para o Orçamento de Estado para 2019, estando ainda agendadas algumas reuniões importantes como por exemplo a da próxima quinta-feira com a CGTP

O Sindep, em sintonia com os restantes sindicatos da educação, explanou fundamentadamente a sua posição sobre a recuperação integral do tempo de serviço referindo que se trata de uma solução semelhante à que foi aprovada na Madeira por todos os partidos, incluindo o PS, podendo também passar por alguma compensação na aposentação e/ou no "funil" das vagas, sempre como opção do docente.

Salientámos que esperamos que os deputados do PS possam ainda apresentar propostas para o OE de 2019 que contemplem a recuperação integral do tempo de serviço congelado.

Chamámos a atenção para as injustiças e ilegalidades do diploma aprovado em Conselho de Ministros pois para além de incidir apenas sobre menos de 1/3 do tempo congelado, vai levar a ultrapassagens, sendo certo que os professores dos 9º e 10º escalões não vão recuperar tempo nenhum,se o diploma do governo não for travado.

Tivemos ainda oportunidade para apresentar as nossas propostas em matéria de horário de trabalho(componente letiva e não letiva com rigoroso respeito pelas 35 horas semanais), aposentação (sem penalização para que tem 40 ou mais anos de descontos, no imediato), regime laboral especial para quem tem 60 ou mais anos de idade, regime especial de aposentação tendo em conta o desgaste inerente à profissão,e precariedade ( sendo do conhecimento público que ainda existem milhares de professores com mais de 3 anos de tempo de serviço, contratados a prazo).

Por parte dos representantes do grupo parlamentar do PS, foi-nos dito que vão ter em conta as nossas propostas, sendo certo que terão sempre que articular as suas posições com o governo. Estando ainda em tempo, irão até sexta-feira levar junto do governo as nossas propostas.

Lisboa, 12 de novembro de 2018

Imprimir Email

PLENÁRIO NACIONAL DE PROFESSORES E EDUCADORES MOÇÃO

Os Professores e Educadores reunidos em Plenário Nacional em Lisboa, no dia 2 de novembro de 2018, consideram que o Orçamento destinado à Educação para 2019 é negativo, pois ignora os problemas das escolas e não dá resposta a nenhuma das justas reivindicações dos professores, quer em relação às suas condições de trabalho, quer aos aspetos de natureza socioprofissional.«ver mais»

Imprimir Email

Professores não abdicam dos seus direitos - 27.10.2018

Professores não abdicam dos seus direitos, não aceitam a discriminação, exigem melhores condições de trabalho e não se atemorizam com as "notas" de fim de semana do ministro

Greve a serviço ilegal começa no dia 29 e protesto dos professores volta a Lisboa em 2 de novembro

Como já começa a ser hábito, à sexta-feira, antes de partir de fim de semana, o gabinete do ministro da Educação emite um nota em que se confirma a incapacidade democrática do governante para conviver com a luta dos professores. Nada que surpreenda se tivermos em conta que este é o mesmo ministro que levou a chantagem à mesa das negociações ou que, de um momento para o outro, dá o dito por não dito, rasgando compromissos. Ver declaração das organizações sindicais «aqui».

Imprimir Email

Tablet

Ser sócio

Uma luta nacional e democrática para o futuro dos professores.

Inscreva-se e juntos seremos mais fortes na luta pela profissão.

Ficha de inscrição

Contacto

Por favor, introduza o seu nome
Por favor, introduza o seu número de telefone
Por favor, introduza o seu e-mail Este e-mail não é válido
Por favor, introduza a sua mensagem

SINDEP

SINDEP

Sobre nós

O SINDEP, Sindicato Nacional e Democrático dos Professores, é um sindicato filiado a nível nacional na UGT e a nível europeu e mundial na Internacional da Educação e desde sempre ligado à defesa dos direitos dos trabalhadores em geral e dos educadores de infância e professores portugueses em particular.

Morada

SINDICATO NACIONAL E DEMOCRÁTICO DOS PROFESSORES
Avenida Almirante Reis, 75, Piso -1D
      1150-012 LISBOA

 218 060 198   Tlm 929 239 465   

 Fax 218 283 317

sindep@zonmail.pt
2.ª a 6.ª, 9h30 às 13h e 14h às 17h30